Óleo correto para cada motor

Se você troca o óleo do carro seguindo apenas a viscosidade recomendada (exemplo: 0w20, 5w30, 15w40, etc) ou preço do lubrificante, saiba que o seu motor corre sérios riscos de apresentar problemas precoce. Isso porque o fabricante não recomenda o óleo apenas por sua viscosidade ou fabricante, mas sim por sua completa especificação (viscosidade, base mineral ou sintético, aditivação e propriedades, e outros fatores). Você não precisa ser especialista em manutenção ou engenheiro químico ou mecânico para escolher o melhor óleo para seu carro. Você deve apenas seguir a recomendação da montadora contida no manual do veículo (tanto para quantidade, tipo de óleo e intervalo entre trocas). Exemplo: A Hyndai recomenda para o veículo i30 ano 2010, lubrificantes com a norma ILSAC GF5. A Land Rover recomenda para o veículo Freelander 2 ano 2010 movido a gasolina, lubrificantes com a norma A5/B5. Enfim, cada veículo segue uma especificação de lubrificante que varia de acordo com a motorização, ano de fabricação e combustível utilizado (gasolina, flex ou diesel), siga sempre a recomendação do fabricante!

Esse artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário